31.10.08

Que fazer? Andei uns tempos atarefado com trabalho e sem tempo para escrever, não foi por falta de assuntos interessantes, foi mesmo por falta de tempo.

 

Mas cá vai, hoje nas noticias vi o Ministro a fugir aos jornalistas por causa de perguntas tão simples como o que vão fazer as pessoas com o aumento dos medicamentos? Resposta: NADA! Apenas fugas para a frente para trás para os lados e nem uma única resposta.

E sem resposta deixa tambem o Ministério da Cultura a todos aqueles que deve dinheiro.

 

Só assim por alto deve cerca de 1.9 milhões de euros a uma serie de fornecedores, desde cenarios a freelancers passando pelas salas que alugou, em suma não se paga nada.

E quando alguem tenta chegar ao contacto com quem de direito nunca estão ou não respondem tipo o Ministro de hoje nas noticias.

 

Pensando em voz alta, 1.9 milhões de euros de divida na Cultura? Em quê? Lembra-se por acaso de alguma produção cultural de monta produzida pelo estado ultimamente?

Não? Nem eu!

 

 

publicado por morgadexsedlex às 23:35

05.10.08

5 de Outubro de 1910

 

Faz hoje mais um aniversário que implantamos uma coisa chamada REPUBLICA, coisa não, a Republica é uma figura feminina, docil e de esbelta silhueta...

 

Ouve sessões sem conta naquele casarão chamado de Assembleia, e nenhuma das sessões tem trazido algo de novo, só ouve dizerem que estão ali por nós o Povo!

 

Penso eu que não se estava à espera que aquele dia em 1910 viesse dar o que esta a dar agora. Com a politica onde não há sinceridade, com os politicos a esconderem a verdade.

Só discursos para alguns politicos ganharem, e a que custo? Ao custo do Povo!

Nem quando se tinha que falar baixinho para não chegar aos ouvidos do Professor de então, já todos sabiam que seria a bem da nação. Ninguem discordava, nem podia... partidos não haviam mas tambem para quê??? De nada serviriam.

Passaram anos mil, pareceu uma eternidade, mas la se ia cantando e rindo, tipicamente portuguêsmente falando... E assim ia Portugal.

Até ao dia que uns cairam e outros se levantaram, houve flores, flores sem cheiro, flores de uma só côr, esperámos e esperamos coisas novas, liberdades, paz, amor, vidas, vidas novas através de leis que nos protejam, nos ajudem, nos indiquem caminhos certos de esperança e progresso.

No entanto vivemos num tempo em que só tiram nada dão, desculpam-se com tretas de crises economicas quando não sabem o que fazer, nem que soluções arranjar.

Naquele salão decidem a vida pelo Povo, falam pelo Povo, mas não esquecem as ambições pessoais, as ânsias de poder... Assim não! Eu que sou Povo, eu que sou gente eu que sou PORTUGUÊS, digo-vos pensem no Povo não pensem em vocês!

 

 

música: A Portuguesa!
publicado por morgadexsedlex às 23:48

mais sobre mim
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


arquivos
2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO