26.02.09

Eu tinha prometido a mim mesmo que não ia escrever aqui sobre BOMBEIROS e seus derivados... Mas fui quase que obrigado a isso, quando mais gente do que eu esperava me lixou a cabeça pro causa da entrevista do fiscalista Saldanha Sanches...

 

eu bem digo que não sou porta voz de ninguem, mas ninguem me ouve... (ou neste caso lê) ehehehe...

 

LÁ VAI ENTÂO... Depois não digam que não avisei...

 

Diz o fiscalista que os voluntarios são onerosos para os bolsos dos contribuimtes e dispensaveis, vamos por pontos... Esta entrevista tem o seu (Q) e cheira a encomenda governamental porque não têm coragem politica para dizer o que realmente querem de nós... Não deixa de ser verdade que tudo tem o seu preço e o dos bombeiros é de 39,94€ por cada 24 horas de serviço (ora isto dividido por 24 dá: €1.66 à hora) uma empregada doméstica (técnicas de asseio) neste momento ganha mais ou menos €7,5 pela mesma hora de serviço e não apaga fogos, (QUEM É QUE É MAL PAGO?) por isso acho que lhe contaram mal o que ele tinha para dizer... Ele devia ter dito sim, que anda muita gente debaixo da bandeira dos bombeiros a ganhar dinheiro,(SIRESP, FREEPORT, DISTRIBUIÇAO DE NOVAS VIATURAS ETC...) que bem gerido dava para ter muito material novo por esses quarteis país fora... Dispensaveis??? Sim talvez, se houver outro tipo de educação durante os próximos 40 anos em Portugal talvez se consiga dispensar os bombeiros, mas só aqueles que teimarem em continuar com a politica dos coitadinhos e da esmola, do peditório ou da subsidio dependência que hoje em dia vale neste país... Porque bombeiros tem que haver sempre... Voluntários, Sapadores, privativos, mistos o que quiserem.

O Voluntariado serviu durante mais de 6 séculos, mas agora é dispensavel??? Não me parece, isto porque hoje quem quer ser bombeiro ou tem tempo para a formação ou mais vale ir para a reserva... e aí começam os problemas...

Hoje em dia os patrôes dão tudo menos tempo para passar no quartel, já nem na santa terrinha os patrôes acham graça a ter empregados bombeiros, ter que dispensar um empregado para ir apagar um fogo em Castelo Branco quando ele trabalha em Setubal... ( a exemplo, nem o CODIS dispensa os bombeiros que la trabalham e querem obrigar os privados a dispensar empregados???)

O que deviam ter dito ao sr. fiscalista é que, temos que repensar as formas de actuação e gestão de frotas, vai a coluna da linha para o norte e vem o Porto para Santarem? Como ja aconteceu... Ou mandam os Bombeiros  para, e passo a expressão "O TARRAFAL" morrer de tédio e de nervos por não fazerem nada enquanto outros CBs trabalham mais de 24h sem rendição?

SÓ UMA COISA, CASO NÃO SAIBAM, LISBOA CIDADE É DOS POUCOS SITIOS QUE PODE AVANÇAR PARA TODO O PAÍS SEM DESGUARNECER A SUA ÁREA DE ACTUAÇÃO PRÓPRIA, O RSB TEM A OBRIGAÇÃO E O COMANDO OPERACIONAL DA CIDADE.

Depois vem alguem dizer que o homem não sabe o que diz??? Claro que não sabe, ele só disse o que lhe disseram para dizer e como dizer...

Deviam ter-se preocupado com estas alterações no congresso em Torres, mas assim que o secretário de estado falou em 160 milhões de euros todos se calaram... (juro que ouvi um esvaziar intenções ensurdecedor dentro da sala nesse dia) só meia duzia continuaram a chamar a atenção de que estava errado... Houve 160 milhões para a segurança e não para os bombeiros (Meus caros directores associativos, temos que voltar a ter aulas de português).

Claro que desses 160 milhões houve algum para os bombeiros(mas só amigos, e próximos)... e normalmente são sempre os mesmos... PROMETO CONTINUAR....

 

DEIXEM OS BOMBEIROS SEREM SÒ BOMBEIROS....

 

 

publicado por morgadexsedlex às 23:13

mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
27
28


arquivos
2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
blogs SAPO